florrosa

Inicia-se, hoje, em Roma, a assembleia plenária do Pontifício Conselho da Cultura, dedicada ao tema “As culturas femininas: igualdade e diferença”, que seguirá até o próximo dia 7. Quantas mulheres participarão dessa assembleia? É uma das questões que nos interpela diante do tema. De toda forma, o documento de trabalho para a assembleia foi feito por mulheres e isso já traz algum alento, primeiro passo para uma reflexão que promete se estender ainda por muito tempo…

Vale a pena conhecê-lo. Nesse documento somos alertados, por exemplo, sobre o fato da diferença e da igualdade entre mulheres e homens não ser contra, mas com. “A experiência histórica da condição feminina ensinou às mulheres que a neutralidade é, na realidade, uma forma de despotismo, e faz-nos sair do humano.”

Ora, as mulheres são as primeiras que creem, são as primeiras testemunhas do Ressuscitado. “E é precisamente a elas, às mães e às avós em primeiro lugar, a quem o papa Francisco pediu que continuem a levar o anúncio de esperança e ressurreição.”

Confira:

http://www.snpcultura.org/porque_presenca_tao_grande_mulheres_na_igreja_nao_incide_nas_estruturas.html

 

Anúncios