b_1oyg4uyaav2x3
Amanhã celebraremos o 35º aniversário do martírio de Romero, pastor dos pobres. Às vésperas de seu assassinato, Oscar Arnulfo Romero, arcebispo de El Salvador, dirigia-se aos militares em uma homilia dizendo que “nenhum soldado está obrigado a matar”, a ir contra o mandamento maior: “Não matarás!” Dizia: “Obedeçam antes a sua consciência que à ordem do pecado.”
Em nosso contexto latino-americano de tamanhas injustiças sociais, fazer memória desse martírio é encontrar forças para lutar contra toda e qualquer opressão. Romero colocou seu coração junto aos simples e humildes, como o Mestre de Nazaré um dia o fizera.
Em 03 de fevereiro último, Papa Francisco desbloqueou o processo de beatificação de Dom Oscar Romero, que estava paralisado há anos. Sua beatificação trará um alento a mais para quem crê e luta por dignidade, justiça e vida. Exemplo de coragem e radicalidade na vivência do seguimento a Jesus Cristo,Romero inspira a todos nós.
Anúncios