ghghgh

“Assistimos um fenômeno em que jovens indignados com tudo a sua volta, se fecham a qualquer diálogo e conversa por meios pacíficos e institucionais. Encapsulados em um universo ‘selfie/eu mesmo’, em que ensimesmados, se tornam objetos fáceis de serem convencidos por agentes religiosos ou ideológicos, que venham com respostas prontas, para resolver ou derrubar tudo que esteja na frente.”

O Observatório da Evangelização recomentada a leitura e reflexão do artigo abaixo. Urge que, conscientes, tenhamos uma postura proativa diante da rapidez com que esse novo modo de se portar se expande.

https://mamapress.wordpress.com/2015/04/05/intolerancia-religiosa-na-vida-real-e-na-web-4-0-jovens-de-periferia-entre-as-igrejas-e-o-narcoestado/

Anúncios