Por Camila Moreira

 “E o verbo se fez carne e habitou entre nós” (Jo 1, 14)

 Aqueles que assumem a missão de colocarem-se a serviço pela Pastoral da Comunicação têm como desafio explicitar que a Palavra de Deus, revelada na vida de Jesus, o Verbo de Deus, habita em nosso meio e tem o dom de confortar os nossos corações. Ela é Palavra de Sabedoria, uma fonte que promove o nosso compromisso cristão com a dignidade da vida e com o cultivo da justiça e do amor entre nós. Portanto, como comunicadores, a nossa grande missão é ouvir o chamado e fazer com que a Palavra chegue a todos, como uma semente de paz.

O 5º Encontro Arquidiocesano de Formação e Planejamento da PASCOM, que aconteceu dia 23 de maio, no auditório do Prédio 43 da PUC Minas, contou com a participação de leigos de todas as regiões episcopais e de diversas paróquias da Arquidiocese, além de alguns presbíteros e religiosos. Teve como tema: “Comunicar a Família: ambiente privilegiado do encontro na gratuidade do amor”, ou seja, a mensagem do Papa Francisco para o 49º dia Mundial das Comunicações Sociais.

aaaaa

Irmã Maria Alba (da PASCOM) apresentou o Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil e destacou a importância da comunicação nas famílias de nossa Diocese, entre as comunidades, paróquias, foranias e regiões episcopais.  A comunicação é um meio fundamental de evangelização para toda a Igreja.

O radialista Paulo Azeredo (da Rádio América e da TV Horizonte) emocionou a todos com seu relato pessoal da Jornada Mundial da Juventude, em 2013, da sua felicidade em se aproximar do Papa Francisco. Paulo também descontraiu e divertiu os participantes contando seus desafios de comunicador. Enfatizou a importância das nossas atitudes no processo comunicativo para que, não só sejamos propagadores da Palavra, mas também missionários do Reino de Deus.

A fonoaudióloga Fernanda Catisani (clínica e consultora de comunicação e marketing pessoal) deu dicas preciosas de como melhor se expressar e destacou que para isso, o autoconhecimento é fundamental. Apontou a importância do ouvir para nos comunicar, pois, saber ouvir é um exercício de sabedoria. Defendeu que a formação é um princípio fundamental nas decisões do ser. Falou que a conexão implica em aproximar-se do outro, falar e ouvir o outro. Por fim, mostrou que evangelizar exige o conectar e comunicar com o outro, trocando experiências e aprendizados para que juntos formemos um mundo melhor.

 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM 5º Encontro Arquidiocesano PASCOM

5º Encontro Arquidiocesano PASCOM

Anúncios