No cerne da experiência cristã, nas palavras e ações de Jesus de Nazaré, capta-se a revelação do amor universal de Deus pela humanidade. Tal compreensão provoca imediata fraternidade entre as pessoas. Para Jesus, não há qualquer dúvida, Deus é o “Pai Nosso” e nós, por sermos todos filhos e filhas de Deus-Pai, somos todos, na verdade, irmãos e irmãs. a2569428dd7b1f35f5bc45ec3fdfe286

Em nome dessa fraternidade universal, a vida cristã assume o compromisso de fecundar, pelo testemunho, ensinamentos e ações, a sociedade planetária com os valores do Evangelho. Esse compromisso ético cristão tem necessariamente implicações e opções sociopolíticas e econômicas concretas. Passa por aí o caminho da construção da sociedade justa, inclusiva e solidária capaz de garantir a cidadania para todos e encarnar a igual dignidade de cada pessoa.

O Observatório da Evangelização compartilha aqui a presença solidária e a atuação sociopolítica da  Igreja de Belo Horizonte junto aos que estão em grave situação de vulnerabilidade social na região da Izidora (Rosa Leão, Esperança e Vitória). Dom Joaquim Mol, Bispo auxiliar e Reitor da PUC Minas, com outros presbíteros, professores e alunos da PUC, de mãos dadas com outros movimentos sociais, escutam o clamor das lideranças da Ocupação e pedem às autoridades constituídas que tomem providências quanto à implementação urgente de políticas públicas que garantam a dignidade e a cidadania das famílias sem casa.

Para ampliar essa temática, leia o discurso do papa Francisco às lideranças dos movimentos sociais:

10750219_668302279944489_7281130543621455181_o

 http://www.ihu.unisinos.br/noticias/536809-quando-eu-falo-de-terra-teto-e-trabalho-dizem-que-o-papa-e-comunista-discurso-de-francisco-aos-movimentos-populares

Anúncios