Toda evangelização está fundada sobre a Palavra escutada, meditada, vivida, celebrada e testemunhada. A Sagrada Escritura é fonte da evangelização.” (EG, 143. Papa Francisco).

Em sintonia com as indicações da Igreja neste tempo, convidada a uma permanente conversão pastoral, bem como de suas estruturas, em que se coloque de forma alegre e comprometida no anúncio da Boa Nova visando uma efetiva e eficaz evangelização, aconteceu dos dias 17 a 19 de agosto, em Cachoeira do Campo, no Retiro das Rosas, a Assembleia Regional de Presbíteros do Leste II em preparação para o ENP (Encontro Nacional de Presbíteros) que ocorrerá em abril de 2016, em Aparecida.

Joel 1

Com o tema: Presbíteros no Brasil: “A alegria no anúncio do Evangelho” e o lema: “Eis que faço novas todas as coisas” (Ap 21,5), a assembleia, que é ampliada, contou com a participação de 32 arquidioceses/dioceses compreendendo Minas Gerais e Espírito Santo, sendo seus participantes os representantes e delegados escolhidos pelo clero de cada arqui (diocese).  A assembleia é promovida pela Comissão Regional de Presbíteros do Leste II, que, por sua vez, é um organismo da CNBB e visa promover e subsidiar a Pastoral Vocacional.

Joel 2

Padre Andherson, professor de Sagrada Escritura do Instituto Teológico de Vitória, da Diocese de Cachoeiro do Itapemirim, a partir do lema: Eis que faço novas todas as coisas”, ajudou os participantes a compreender o conceito de Nova Criação, partindo de uma análise extra-bíblica, chegando aos livros do Primeiro Testamento e, enfim, do Segundo Testamento, onde o conceito Nova Criação está orientado para a escatologia. Nesse âmbito, o apóstolo Paulo destaca que somos novas criaturas a partir do Amor de Cristo. Estar em Cristo é ser uma nova criatura. Neste sentido, para Paulo, a Evangelização não é um conteúdo a ser apresentado, mas uma pessoa: a pessoa de Jesus Cristo.

Considerando as marcas do nosso tempo, seus desafios, suas interpelações, perguntamos:

  • A proposta evangélica, a boa nova faz sentido, ilumina a realidade de hoje?
  • A partir da constatação de uma sociedade líquida, fragmentada, como evangelizar, como propor uma vinculação com o projeto de Jesus Cristo, com sua vida, com sua pessoa?
  • Quais os âmbitos, as urgências da evangelização hoje a serem consideradas?
  • Como fazer com que a Palavra toque estas realidades sendo que o Deus bíblico é um Deus que relaciona, dialoga, se faz presente na caminhada do seu povo?

Assim, a realidade, a Palavra, o encontro, a missão devem ser elementos de preocupação na tarefa de evangelizar.

Joel 3

Enfim, a assembleia foi uma valiosa oportunidade de reflexão e preparação para o ENP  a partir de muitas provocações apresentadas na Evangelli Gaudium que, como diz o próprio Papa, trata-se de programa e caminho para toda a Igreja neste tempo. Ainda mais em razão do ministério ordenado, o presbítero é chamado a assumir de forma empenhativa e com renovado ardor a missão deixada pelo Mestre da Galileia: Ide e evangelizai a todos. Assim, estar em Cristo, viver o encontro pessoal com ele encarnado, de forma bem precisa, propõe um caminho de discipulado, um caminho missionário. Estar com ele, criar raízes com ele, a partir dele, forma o discipulado no contato com sua palavra comprometendo-nos com a missão.

O Observatório de Evangelização, que se fez presente ao longo da referida assembleia, colocará à disposição as entrevistas realizadas com o assessor, alguns padres participantes, e o bispo referencial do Leste II, Dom José Aristeu (diocese de Luz). Aguarde e acompanhe-nos.

Pe. Joel Maria dos Santos

Equipe executiva do Observatório.

Anúncios