brazil-australia-mining-accident_christophe_simon_afp-3

Metaforicamente, diz-se que algo ou alguém está “enlameado” quando está conspurcado, desacreditado… Pois, com imenso pesar, constatamos que nosso Estado foi invadido por lama, tanto literal quanto metaforicamente.

Com clara voz profética, que tece denúncias e aponta caminhos, falando em “ondas de lama”, o arcebispo de Belo Horizonte levanta-se incisivo contra a lucratividade que destrói a vida, sobretudo a dos mais pobres, em consonância com a última encíclica do Papa Francisco, que trata do cuidado da casa comum. Afirma categórico Dom Walmor:

Impõe-se a necessidade de um direcionamento novo, fora dos parâmetros da ganância e até mesmo da justificativa de que a economia do Estado só se sustenta e avança por meio dessas atividades”.

É urgente que se reflita sobre interpelações como a pronunciada por nosso pastor e que se pode acessar abaixo:

http://www.arquidiocesebh.org.br/site/opiniao_e_noticias.php?id_opiniao_e_noticias=11862

Anúncios