sssdfdf

O Curso Teologia Viva Jovem está com inscrições abertas, até o dia 12 de fevereiro, para os módulos do primeiro semestre de 2016. As atividades acontecem aos sábados, a partir de 13 de fevereiro, a cada 15 dias, das 14h às 17h, no prédio 4, sala 117, Unidade Coração Eucarístico da PUC Minas.

O Projeto Teologia Viva Jovem, uma parceria da Pastoral Universitária e do Centro de Formação de Agentes de Pastoral (Cefap), no âmbito do Anima PUC Minas, trabalha por uma formação sistemática no campo bíblico-teológico, visando à integração entre fé e vida, e trata do conteúdo básico da teologia cristã de uma forma processual e integrativa.

Para efetuar a inscrição e para outras informações entre em contato: (31) 3319-4102 / cefap@pucminas.br.   Datas: 13 e 27 de fevereiro, 5 e 19 de março, 2, 16 e 30 de abril, 14 e 21 de maio, 4 e 18 de junho e 2 de julho.

Ementas:

Antropologia Teológica: O universo, no horizonte da fé cristã, é abordado como “criação de Deus”. Atualmente, diante da crise ecológica que se estende sobre o nosso planeta, há uma necessidade urgente de uma nova teologia da criação, ou seja, de uma “cosmologia teológica” atualizada, que possa ajudar-nos frente às ameaças de extinção da vida sobre a Terra. Por isso, o estudo da Antropologia Teológica pretende apresentar a visão cristã a respeito do ser humano e sua responsabilidade com toda a Criação. O curso irá sensibilizar a respeito do valor da visão do ser humano a partir da revelação bíblica e do diálogo da teologia com as outras ciências. Buscar-se-á reflexões a respeito dos principais temas da antropologia teológica: a criação do mundo cósmico e do ser humano, a história da humanidade, a realidade do pecado e da graça de Deus.

Pentateuco:  A proposta do curso é a introdução ao estudo do Pentateuco, o qual será considerado como Torah (Instrução), nos detendo em sua estrutura geral, sua situação no quadro total da história de Israel e das questões levantadas pela pesquisa atual, concernentes ao pensamento cristão.

A Antropologia e o Pentateuco: Desse modo, estudaremos os elementos constitutivos do ser humano a partir da visão bíblica (Pentateuco) e de suas atividades, desde o início da humanidade até os dias de hoje. A fim de uma melhor elaboração a respeito da realidade humana – homens e mulheres -, em relação seus semelhantes, com o mundo que o cerca, e com Deus, em vista de sua salvação. Tendo como modelo central a pessoa de Jesus e o projeto salvífico do Criador de restaurar em Cristo por meio de seu Espírito, toda a Criação.

(Fonte: http://www.arquidiocesebh.org.br/site/noticias.php?id_noticia=12265)

Anúncios