Incessantemente nos deparamos com notícias que nos dilaceram a alma: “o Brasil é o campeão mundial de assassinatos, segundo o Atlas da violência”;  “mulher afegã é espancada e apedrejada até a morte”; “sobe para 72 o número de mortos por atentado no Paquistão – o alvo foram os cristãos – a maioria crianças e mulheres” e, assim, uma infindável corrente de tragédias provocadas pela insensatez, pela estupidez humana.

Claro que importa saber de tudo isso e refletir sobre o sentido dessas mortes. Mas não podemos parar aí. Alimentar a violência e a desesperança não leva a nada. Ao contrário, é próprio da cristã, do cristão, ser portador da esperança: nós cremos e sabemos que força a Vida tem!

É por isso que lhe apresentamos, nesta oitava da Páscoa, a belíssima reflexão de Cora Coralina.

 

vida nova

 

“Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor. Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende. Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.”

 

 

 

Anúncios