retretertr

O que falta para que nossa Igreja seja mais viva? O que nos desafia? Por que, continuamente, as comunidades cristãs solicitam formação bíblica, teológico-pastoral, litúrgica, espiritual…?

O CEFAP prima por contribuir com a formação cristã, particularmente dos agentes de pastoral. No entanto, há certa resistência ao trabalho que esse Centro de Formação desenvolve. Por quê?

Luiz Eustáquio, presbítero e professor, ajuda-nos – em entrevista – a compreender esses desafios.

Tânia Jordão

Na segunda parte de nossa conversa, Pe. Luiz Eustáquio Santos Nogueira relata quais desafios o CEFAP encontra para manter viva a formação e capacitação dos agentes de pastoral e o quanto a resistência gerada por uma mentalidade clerical paroquialista dificulta a formação do laicato.

Anúncios