aaaafoto: feriasbrasil.com.br

 

Além de se encantar com a generosidade dos leigos e leigas, egressos do SAB (Serviço de Animação Bíblica) e do CEFAP (Centro de Formação de Agentes de Pastoral), que abraçaram o projeto desde seu início, Padre Luiz Eustáquio Santos Nogueira recorda a iluminação da professora Aurea Marin, que sugere que o Teologia Viva se torne missionário em resposta aos apelos da Campanha da Fraternidade de 2007, que tem como tema “Fraternidade e Amazônia”.

Na sexta parte de nossa entrevista é-nos relatada essa instigante experiência missionária desde sua concepção, acolhida por Dom Walmor, que é quem assume a logística do Projeto Teologia Viva em Missão, e abraçada por agentes de pastoral da Arquidiocese de Belo Horizonte que, gratuitamente, vão partilhar a formação aqui recebida…

Confira a beleza desta narrativa:

O Projeto Teologia Viva, do CEFAP (Centro de Formação de Agentes de Pastoral), ganha asas e chega a Amazônia… Leigos/as e religiosas formam uma equipe missionária que, em um primeiro momento, vai para Humaitá/ AM, mas que prossegue aberta aos sopros do Espírito e atende, por exemplo, Macapá, há oito anos. Mas também está presente hoje em Novo Cruzeiro e Araçuaí, no Norte de Minas.

Tânia Jordão.

Anúncios