Relatório da Assembleia Paroquial

Paróquia: Nossa Senhora da Divina Providência (Bairro São Luiz – Pampulha).

Data: 12/06/2016, das 14 às 17h30min

Observador: Robson Sávio Reis Souza

 

Jpeg

 

1. Para início de conversa

O Observatório da Evangelização acompanhou a assembleia da Paróquia Nossa Senhora da Divina Providência (bairro São Luiz, Pampulha – pertencente a Forania Santo Antônio, da Região Episcopal Nossa Senhora da Conceição), no domingo, dia 12 de junho, das 14 às 17h30min.

O responsável pela observação, professor Robson Sávio, da equipe executiva do Observatório, apresentou-se e foi acolhido pelo Pe. Erli, pároco, religioso da Congregação de Dom Orione, e pela representante da Pastoral Familiar, Cleide Albanez, da equipe de acolhida da assembleia.

A escolha dos membros da assembleia foi feita através de convocação do pároco, que encaminhou carta para todos os responsáveis pelas pastorais, colegiados e movimentos paroquiais solicitando a indicação de três a cinco representantes. Portanto, já havia sido providenciada uma pré-inscrição para a participação na assembleia.

Jpeg

A equipe responsável pela assembleia providenciou toda a infraestrutura, com equipe de acolhida, litúrgica e de canto, datashow, computadores para os relatores de grupos, lanche e locais para as atividades de grupo e plenária. Todos foram identificados com crachá, contendo nome e pastoral/movimento e uma marcação indicando o grupo de trabalho. Foram escolhidos previamente os moderadores e relatores dos três eixos de discussão (vida comunitária, inserção social e espiritualidade encarnada).

A assembleia contou com cerca de 100 participantes. O público era majoritariamente adulto, tendo predominância de mulheres (cerca de 60%) e com cerca de 10% de jovens. Observou-se, também, um perfil de classe média. A sede da paróquia abrange os bairros São Luiz, Bandeirantes e Ouro Preto, tendo também comunidades socioeconomicamente mais empobrecidas, como as Vilas Paquetá e Sant’Ana. Sob o ponto de vista étnico, cerca de 10% dos participantes tinham características de afrodescendentes.

Estavam presentes religiosos das congregações de Dom Orione, Santa Marcelina e Santa Doroteia, além de um representante do movimento Arautos do Evangelho. Na procissão de acolhida, todas as seis comunidades que formam a paróquia, além de representantes das congregações, movimentos e pastorais se fizeram representar.

2. A dinâmica da Assembleia

O pároco, Pe. Erli, acolheu a todos e iniciou os trabalhos com uma breve celebração. Após, explicou detalhadamente a dinâmica e metodologia de toda a assembleia. Apresentou a equipe que iria assessorá-lo nos trabalhos, composta por três secretárias, além dos moderadores e relatores dos grupos de trabalho.

Logo em seguida, expôs para os presentes o vídeo institucional da 5ª APD, produzido pela assessoria de comunicação da arquidiocese. Na sequência, fez uma síntese do subsídio para as assembleias paroquiais, da 5ª APD, que já tinha sido distribuído anteriormente e que apresentava toda a metodologia e o foco da assembleia. Durante sua breve conferência, indagou aos presentes sobre quantos responderam o questionário eletrônico produzido pela Arquidiocese para colher opiniões dos cristãos. Menos de 20% dos presentes afirmaram ter respondido o documento.

Jpeg

Terminada a exposição acerca dos objetivos, metas e metodologia da etapa paroquial da 5ª APD, o pároco orientou os trabalhos de grupos. Todos já tinham indicado em seus crachás os grupos de trabalho, sendo que rapidamente foram direcionados ao local de debate.

3. Os grupos de trabalhos

Como previamente já havia sido escolhido os moderadores e relatores – que já estavam treinados para suas respectivas atividades -, os grupos iniciaram as atividades com a leitura (impressa e distribuída para os presentes) das interpelações apresentadas no subsídio para a assembleia paroquial, para os três eixos (vida comunitária, inserção social e espiritualidade encarnada).

Cumprida essa primeira fase, com o objetivo de nivelar e inserir todos à participação nas discussões, visando o encaminhamento de proposições para cada um dos três eixos, os grupos iniciaram o debate.

Jpeg

Nos trabalhos de grupos, observou-se o esforço de participação de todos. Porém, registrem-se alguns pontos:

  1. Assimetria informacional: o nível de informação sobre as atividades paroquiais, arquidiocesanas e da ação pastoral e evangelizadora da igreja foi muito diverso, o que motivou a participação de alguns em detrimento de outros, além de temas aleatórios serem inseridos constantemente pelos presentes;
  2. Havia também desinformação sobre a amplitude e variedade dos trabalhos da própria paróquia, evidenciando muita diferença na informação e conhecimento das atividades paroquiais entre os grupos, principalmente entre aqueles que atuam na matriz e os demais;
  3. O pouco tempo para o debate nos grupos, cerca de uma hora, fez com que a complexidade de alguns temas fosse preterida com vistas a decisões rápidas; a centralização do discurso na figura de um ou outro membro do grupo impediu, por muitas vezes, uma participação mais ampla de todos;
  4. Aparentemente, alguns segmentos foram constrangidos tendo em vista o perfil do público presente. Sintomático o fato de uma jovem insistir várias vezes que as deliberações do grupo não contemplavam os dilemas da juventude contemporânea;
  5. Apesar do público majoritariamente ser formado por mulheres, todos os moderadores eram homens;
  6. Em algumas oportunidades, tendo em vista o cumprimento do tempo anteriormente acertado, o pároco interviu nos trabalhos dos grupos.

 

4. As deliberações da plenária da Assembleia

Terminada a fase dos trabalhos de grupo, todos foram encaminhados para um lanche e, na sequência, sob a coordenação do pároco, iniciou-se a plenária com vista a eleição de três prioridades da paróquia para cada uma das três dimensões da ação evangelizadora da igreja particular de Belo Horizonte.

A maioria das propostas foi eleita por aclamação. Houve bastante participação durante essa fase, com várias propostas sendo aglutinadas, tendo como objetivo contemplar o máximo daquilo que fora deliberado nos grupos de trabalho.

Jpeg

O pároco informou que haveria uma equipe de redação final que trataria de adequar o texto das propostas, fazendo ajustes de modo a atender algumas observações que foram apresentadas durante a plenária.

Cumprindo britanicamente o tempo proposto para as atividades no início da assembleia, o último ponto de pauta foi a eleição de dois representantes da paróquia para as assembleias forânea, regional e arquidiocesana.  O pároco encaminhou a proposta de manutenção dos dois representantes da paróquia que já atuam no Conselho dos Leigos, sendo que a proposta foi aceita por unanimidade.

Encerrando a assembleia, o pároco apresentou um vídeo institucional da Arquidiocese acerca da construção da Catedral Cristo Rei, motivando os presentes a se inteirarem dessa obra da Arquidiocese.

A assembleia encerrou-se com uma rápida celebração e confraternização entre os presentes.

Jpeg

Anúncios