Paróquia da Arquidiocese de Belo Horizonte ampara refugiados haitianos e promove o desenvolvimento da comunidade…

 

O cuidado que a comunidade recebe, ela retribui ajudando pessoas que não têm a quem recorrer no Brasil. Há quatro anos,  haitianos que deixam seu país em busca de trabalho e melhores condições de vida, são acolhidos.

O cultivo da centralidade do amor faz maravilhas. Esse tem sido o fundamento dos trabalhos realizados pelas lideranças da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em comunhão com toda a comunidade do bairro Jardim Industrial, em Contagem.

Todo o cuidado que a comunidade recebe, ela retribui ajudando pessoas que não têm a quem recorrer aqui no Brasil. Há quatro anos,  haitianos que deixam seu país em busca de trabalho e melhores condições de vida, são acolhidos.

z

Atualmente, mais de cem residem  na região do bairro Jardim Industrial, em casas alugadas, que foram montadas com donativos. A Paróquia atua informando sobre as necessidades dos imigrantes, direcionando o que a comunidade doa e auxiliando os imigrantes a encontrar trabalho.  Um exemplo de organização, boa comunicação mas, sobretudo, de amor ao próximo.

zzzz

Pensando nas pessoas que têm dificuldade para comprar suas roupas, os  bazares  –  um da Associação Internacional de Caridade – AIC e  outro dos missionários seculares  –  comercializam os produtos de um modo diferente: o comprador é quem determina o preço  de  cada produto, conforme suas possibilidades.

zzzzzzz

Inspirada na espiritualidade de São Vicente de Paulo e a exemplo das conferências vicentinas, os membros da Associação Internacional da Caridade – AIC participam das visitas aos doentes, auxiliando no  atendimento de suas necessidades. Para as famílias que têm alguém em casa com dificuldade de locomoção, a Paróquia empresta equipamentos ortopédicos: cadeiras de banho, cadeira de rodas, bengalas, cama hospitalar e muletas. Uma médica acupunturista realiza  trabalho voluntário na comunidade,  com atendimentos semanais.

As aulas de capoeira  refletem a preocupação da Paróquia com a saúde física  e emocional  de  crianças e adultos. Essa é uma das maneiras encontradas também para promover a socialização, incentivando o convívio entre as pessoas da região e a tolerância  frente às diferenças.  Com o mesmo propósito,  os idosos são convidados a participar das aulas de ginástica coordenadas por uma fisioterapeuta.

Fonte:

www.arquidiocesebh.org.br

Anúncios