Relatório da Assembleia Paroquial – Rede de Comunidades de Todos os Santos

Arquidiocese de Belo Horizonte

Região Episcopal Nossa Senhora da Conceição

Forania São José Operário

Dia: 09 de julho de 2016

Observadora: Tânia Jordão

img_1344
Local: Comunidade Nossa Senhora das Graças

Dinamizada pelos padres solidários Cássio Ferreira Borges e Pier Luigi Bernareggi (Pigi) a assembleia em preparação da V APD da Paróquia de Todos os Santos contou com cerca de 50 pessoas, em sua maioria mulheres e quase em sua totalidade adultos (havia somente uma jovem), com representantes de todas as comunidades.

Em reunião prévia, repartiram entre si as funções das equipes para a assembleia. O Colegiado de Liturgia se responsabilizou pelos momentos de oração e os demais colegiados dividiram entre si o texto-base para reflexão e apresentação à assembleia.

img_1348
Momento da Assembleia Paroquial – Comunidade Nossa Senhora das Graças

As equipes se alternavam à frente, acompanhadas de perto pelos sacerdotes que traçavam referências ou questionamentos para reflexão do grupo.

Após a apresentação da síntese dos três colegiados (Colegiado Social; Colegiado de Comunidades de Rua e Pastoral Familiar; Colegiado de Catequese) encarregados de levantar os tópicos essenciais do texto-base a serem tratados ali – exposição permeada de participações esparsas, propostas, questionamentos, posturas discordantes em relação ao apresentado no texto-base, comentários –  houve, então, uma divisão da assembleia em seis grupos, para apontarem três prioridades, cada:

Os grupos 1 e 2 se encarregaram da “espiritualidade encarnada”; 3 e 4, se debruçaram sobre a “renovação da vida comunitária”; 5 e 6 trataram da “inserção social”.

img_1385
Momento de tralho em grupo – Comunidade Nossa Senhora das Graças

As prioridades votadas, ao final, foram:

ESPIRITUALIDADE ENCARNADA:

  1. Formação Permanente
  2. Sintonia entre Paróquia/ Região/ Forania/ Diocese
  3. Presença lá onde estão os jovens

VIDA COMUNITÁRIA:

  1. Rede de Comunidades
  2. Acolhimento de todos
  3. Trabalho com a Juventude

INSERÇÃO SOCIAL:

  1. Formação Política
  2. Juventude
  3. Colegiado Social

img_1358

Pela quantidade e qualidade das reações, percebe-se um povo bastante atuante e preocupado com a dimensão política e com a necessidade do revigoramento do profetismo na Igreja. Pelo perfil das pessoas, adultas ou idosas, oriundas de CEBs do interior de Minas, brota um questionamento em relação à continuidade desse processo pelos jovens, ainda que o tema “juventude” tenha sido recorrente nas três dimensões abordadas.

Outras fotos da assembleia paroquial do povo de Deus durante a 5ª APD:

Anúncios