Escutar o depoimento de um educador que acredita e se compromete com a missão que tem em mãos faz com que nossa esperança, que anda tão esgarçada pelos rumos políticos de nosso país, se firme um pouco mais. Sim, porque um país também se constrói com sonhos e crenças: sonho que um mundo melhor possa ser gestado por nós e crença na possibilidade de transformar vidas pelo exemplo, o que nos envolve por inteiro.

Poder buscar algo além, conhecer outras realidades, ter sonhos diferentes, acreditar nas próprias potencialidades se tornam condição de possibilidade de transformar o mundo, ao modificar a própria vida.  Para isso, há que se acreditar nas pessoas – particularmente nas crianças, nos adolescentes, nos jovens – para que elas acreditem em si mesmas e também possam mudar.

Seguimos com nossa observação acerca do sistema preventivo gestado por Dom Bosco, coração de sua obra, que, em nossa arquidiocese, se expressa no cuidado e formação das crianças e adolescentes no Centro Juvenil, na Casa Dom Bosco e no CESAM, onde trabalha nosso entrevistado de hoje: Willer Assis da Silva, que narra o seu percurso e a razão de estar naquela instituição.

Professora Tânia Jordão

 

Anúncios