“Agradeço por não ter desistido de mim…” ecoa, ainda, a firme voz da adolescente que conseguiu ressignificar a própria história por ter sido acolhida, valorizada e reconhecida em seus dons. O potencial da educação é infinito. Ainda mais quando há um compromisso vital com o educando, assumido pelo educador.

Hoje, já em novo processo, Isabella quer deixar sua presença marcada no Centro Juvenil Dom Bosco: “vou fazer o possível e o impossível pra ela ter mais orgulho de mim”, diz, referindo-se à Carol, gerente do Centro Juvenil.

Assista a este testemunho:

 

 

Anúncios