Foto: Leandro Martins

Mais uma onda de violência agride a dignidade do povo de Muidumbe, em Cabo Delgado, na diocese de Pemba, Moçambique

Até quando, meu Deus, ficaremos calados e permaneceremos indiferentes diante da grave situação social que sangra, de forma recorrente, a dignidade e a vida do povo moçambicano que vive em Cabo Delgado?

Ontem, dia 19/11/2020, foi mais um dia de tristeza. Tomamos conhecimento de mais uma onda de violência que atingiu e destruiu as aldeias do povo de Muidumbe, em Cabo Delgado, na Diocese de Pemba, no norte de Moçambique. Insurgentes terroristas que, do dia 30 de outubro até o dia 19 de novembro, praticaram inúmeros atos de violência e destruição, causando insegurança, pânico e medo na população. Eles destruíram e atearam fogo no que foi duramente construído e que estava ao serviço do povo tão sofrido das comunidades do distrito de Muidumbe, onde está a nossa missão.

Diariamente chegam pessoas em busca de refúgio e proteção

Hoje ficamos sabendo que os insurgentes deixaram um grande rastro de destruição: o templo da sede paroquial, a rádio comunitária são Francisco de Assis, o ambulatório dentário e a casa dos missionários saletinos, consumindo tudo o que estava dentro… É triste saber que perdemos tudo, do pouco que tínhamos, e que estava ao serviço do povo em nossa missão. Só temos estes dois registros abaixo desta última destruição. Foram enviados a nós por uma liderança que esteve no local ao saber que os insurgentes, depois de 20 dias de ocupação, deixaram Muidumbe.

Nesta região do norte de Moçambique, cujo povo acolhedor e esperançado é afetado por esta cruel e desumana situação de guerra civil, desde 2017, é que está situada a Diocese de Pemba, do bispo dom Luiz Fernando Lisboa e que conta, além dos missionários/as, agentes e lideranças nativas, com o trabalho de muitos missionários/as de diversos países e distintas congregações religiosas.

Registro de contingente de deslocados em Cabo Delgado

A guerra em Cabo Delgado tem deixado muitos mortos, mais de 500 mil deslocados, muitas pessoas raptadas e muita destruição. Os que ficam nas aldeias vivem aterrorizados e já preparados para fugir para o mato. Na fuga levam o mínimo possível: uma capulana, uma vasilha com água… ali dormem e ficam à espera do sinal de que já podem voltar.

Precisamos tornar esta guerra cruel conhecida em outras partes do mundo e organizar ações humanitárias de solidariedade para salvar vidas. Devemos também, elevar a Deus nossa prece pelo fim da guerra e pela paz fundada na justiça em Cabo Delgado. A Diocese de Pemba tem muitos amigos e amigas em muitas partes do mundo. Façam chegar aos seus contatos informações sobre esta triste e trágica realidade que estamos vivendo.

Ainda mergulhado em profunda tristeza diante do que está acontecendo e na presença do Deus estradeiro conosco, renovamos nosso compromisso missionário de nos colocar ao serviço desta parcela sofrida do povo de Deus que nos foi confiada e contamos com as orações fraternas, com a denúncia profética às autoridades competentes, com o máximo de divulgação e com a ajuda solidária humanitária de todos vocês.

Neste momento é imprescindível a solidariedade e o apoio humanitário neste contexto da guerra. Para as pessoas que estão no Brasil segue a conta para quem pode e deseja contribuir no trabalho da Diocese de Pemba junto aos deslocados eis os dados da conta:

Associação Amigos Dom do Bem

CNPJ: 30.712.959/0001-10

Caixa Econômica Federal

Ag. 4040

Operação nº 003 (pessoa jurídica)

C/c nº 0005-5

Pe. Edegard Silva Júnior

Com estima e confiança em Deus,

Pe. Edegard Silva Júnior

Missionário Saletino em Muidumbe

Diocese de Pemba, Cabo Delgado, Moçambique

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s